Uma capital do mundo – Conheça Amsterdã

Compartilhe

Se você procura O que fazer em Amsterdã, não preocupe.

Um dos destinos mais populares na Europa é a Capital da Holanda e uma das principais cidades dos Países Baixos, Amsterdã.

Um país pequeno, mas com muitas histórias, a Holanda foi o país que revolucionou a arte e a pintura com Van Gogh e Rembrandt. A cidade é uma cosmopolita mistura de culturas, com línguas diferentes em todos os cantos da cidade.

História

Amsterdã foi um pequeno povoado de pescadores que se cresceu, próximo de uma saída para o mar. O nome da cidade vem de um Dique sobre o Rio Amstel. O Amstel Dam (dique) acabou nomeando o povoado.

Depois de um bom destaque como centro comercial em 1358, a cidade de Amsterdã foi parte da Liga Hanseática. A bonança era constante, mas lenta, até que Carlos V, espanhol da Casa Ducal da Borgonha herdou os Países baixos e os transformaram no segundo maior porto do mundo.

Levando e buscando grãos, armas e especiarias indianas, Amsterdã floresceu.

O que fazer em Amsterdã

O que fazer em Amsterdã: Museu do Van Gogh

A primeira parada obrigatória da cidade é o Museu do Van Gogh. Um dos maiores artistas de todos os tempos está localizada em uma parada central na cidade, o Museumplein.

Lá no museu, encontra várias pinturas únicas da vida do pintor holandês. 

O Museu Van Gogh é uma parada obrigatória para quem visita Amsterdam. A cidade dos canais, das flores e das bicicletas também encanta pela sua cultura e arte. Dos “Doze girassóis numa jarra” feita na França em 1888, até os famosos “Quarto em Arles”, pintados outubro de 1888 e setembro de 1889.

Outras centenas de obras, além de seus autorretratos estão lá. Muito moderno, pois o museu tem vídeos, áudios e guias multimídia para seu tour.

Obviamente, depois uma das lojas de lembranças mais famosas do mundo estão lá para você curtir.

O que fazer em Amsterdã: Andar de Bicicleta na Cidade

Além dos Tamancos de Madeiras, Moinhos de Vento e Tulipas, Amsterdã é conhecida por outra coisa.

São aproximadamente 16.500.000 bicicletas. Ou seja, dezesseis milhões e quinhentas mil magrelas que estão por todos os lados.

A melhor forma de andar na cidade é por elas, e é o meio de transporte mais comum dos nativos. Existe uma forte estrutura de ciclovias para as pessoas. A cidade é extremamente plana, então não tem muito cansaço.

Mas fique atento que o TRAM, ônibus da cidade não aceita que pessoas entrem com a bicicleta.

Como dica, se puder, alugue suas bikes nas locadoras presentes nas estações de trem.

O que fazer em Amsterdã: Casa da Anne Frank

Outro destino muito interessante, tão histórico quanto triste é o Museu da Casa de Anne Frank. O local tem o esconderijo onde Anne escreveu seu famoso diário durante a Segunda Guerra.

Quem não conhece, Anne foi uma menina comum que escreveu sua história e seu ponto de vista no dia-a-dia do esconderijo.

No museu estão expostos o diário original de Anne, junto com alguns de seus outros cadernos.

Além da exposição permanente, existirão algumas mostras temporárias, que podem ser sobre a perseguição aos judeus durante a guerra, ou ainda sobre situações de fascismo, racismo e antissemitismo nos dias de hoje.

Vale a pena a passagem pelo site deles,  e então ver um pouco mais!

Amsterdã te deixará encantado, entre as viagens, coffee shops e muito mais.

Mas, se quiser outras viagens, temos alguns guias para você!

Quer encontrar os melhores preços aqui! Então acesse nosso site e confira as ofertas!